Quer vender mais em São Gonçalo? Conheça as12 principais táticas de marketing local para vender mais


O que é Marketing Local?

O marketing local - também conhecido como "marketing baseado em localização" e "marketing de vizinhança" - é o processo de otimização do site e da publicidade on-line para ajudar a aumentar o tráfego e a conscientização nas regiões localizadas.

Esse tipo de marketing visa especificamente clientes em potencial nas proximidades de uma loja ou estabelecimento físico.

Por que esse tipo de marketing decolou recentemente?

Por um motivo específico: o algoritmo do Google usa a localização de um pesquisador para atender empresas locais relevantes.

Isso significa que sua empresa tem mais uma oportunidade de expulsar concorrentes não locais por meio do SEO local.

O marketing local aproveita isso, fornecendo ferramentas, táticas e estratégias para facilitar a conversão desse tráfego local em vendas, on-line ou pessoalmente.

O bom é que existem vários aplicativos e ferramentas de software que ajudam as empresas locais a encontrar seus clientes.

Por exemplo, a São Gonçalo Magazine torna mais fácil a localização de negócios de bairro, seja para venda online ou presencial.

É mais fácil do que nunca aproveitar a tecnologia, criar sua presença on-line e alcançar seus clientes locais em grande escala.

Quem pode se beneficiar do marketing local?

Marcas de todos os tamanhos podem se beneficiar do marketing local.

Isso ocorre porque o marketing local não se trata apenas de marcar algumas palavras-chave específicas do local nas descrições dos seus produtos. Trata-se de adotar uma abordagem mais direcionada ao seu público e fazê-lo de uma maneira que pareça mais pessoal.

Tanto os consumidores quanto os mecanismos de pesquisa são muito a favor do marketing hiper-localizado, então agora é a hora de fazê-lo funcionar para sua marca.

Aqui estão oito maneiras de "localizar" seu negócio e, consequentemente, aumentar as vendas, mesmo quando você não more perto dele.

 

1. Repense seus valores

Se você acha que a internet é só para grandes empresas com uma equipe enorme de marketing e processos complicados, pare agora de pensar desta forma. Da mesma maneira existem pessoas que acham que somente fazer uma postagem no Facebook e no Instagram vai fazer com que “chovam” clientes na sua porta.

Nenhuma das alternativas acima é verdadeira. Veja a seguir o que fazer para tornar a sua comunicação efetiva na internet de forma simples.

Para pequenas empresas, o marketing local é a melhor tática de geração de clientes.

Além de gerar tráfego de clientes em suas lojas físicas, também pode aumentar seus resultados de SEO, aumentar seus rankings de busca e atrair mais visitantes ao seu site, loja de comércio eletrônico ou contas de mídia social.

A essência do marketing local é simples: conscientize sua marca e suas ofertas nas áreas geográficas exatas que você atende, e os negócios seguirão.

Você pode até derrubar a concorrência no processo.

 

2. Torne seu site adaptado para os dispositivos móveis

As pessoas que pesquisam por meio de dispositivos móveis são o santo graal no marketing local. Isso significa que eles estão em movimento, no seu bairro, procurando seus serviços e produtos neste exato momento.

Para converter melhor esses importantes clientes em potencial, considere o desenvolvimento de um site apenas para celular - um que seja exibido de maneira perfeita e perfeita, independentemente da tela pequena e portátil na qual ele é acessado.

Segundo o Google, 6 em cada 10 usuários da Internet começam a comprar em um dispositivo, mas continuam ou terminam em outro.

Além disso, a pesquisa do Google mostra que, em média, as pesquisas para celular no Google Shopping acionam quase duas ações de acompanhamento, seja uma compra ou uma visita à loja, e 55% dessas ações ocorrem em apenas 60 minutos.

É hora de parar de subestimar a parte que o celular desempenha no funil de compras do Google Shopping e se preparar para um futuro de compras para celular com funil completo.

 

3. Otimize com termos geográficos

A otimização do seu site com termos gerais sobre seus produtos e serviços é boa, mas se você deseja que os clientes locais entrem pela sua porta, será mais específico.

Experimente uma palavra-chave hiper-local segmentada com nomes específicos de cidades, bairros ou ruas. Você pode até criar páginas de destino para clientes em determinadas áreas e escrever postagens e artigos de blog direcionados apenas às suas necessidades e interesses.

Ao criar uma “cerca” virtual em torno de um local, a “cerca geográfica” permite atingir um grupo muito específico de consumidores em potencial. Poderia ser fãs em um estádio de futebol, frequentadores de concertos em uma arena, frequentadores de museus ou mesmo apenas ciclistas no metrô.

O objetivo principal? Para conectar você a clientes viáveis ​​em tempo real, no mundo real.

 

4. Torne-se local nas mídias sociais

Sempre que possível, marque locais e áreas geográficas nas suas postagens sociais. Você também pode incluir suas palavras-chave locais em suas hashtags, perfis e biografias e inserir o nome da sua cidade ou bairro em legendas e outras postagens.

Quanto mais mecanismos de pesquisa visualizarem sua marca em relação a esses termos locais, melhor será sua classificação para os pesquisadores locais.

Por exemplo, o Facebook permite que os anunciantes segmentem com base na localização:

Localização é simples, mas importante. Isso basicamente determina em quais áreas, geograficamente, seus anúncios serão exibidos.

As especificações de localização podem ser personalizadas através do seguinte:

  • Um ou vários países;
  • Regiões;
  • Estados;
  • Cidades;
  • Códigos postais;
  • Endereços.

Você pode incluir ou excluir determinadas áreas à medida que define suas localizações. Ao decidir onde exibir seus anúncios, esteja ciente dos fatores que podem ajudar no desempenho. Considere exibir apenas anúncios nas áreas em que você trabalha.

A última coisa que você precisa fazer é gastar exibindo anúncios em locais para os quais sua empresa não envia.4Como alternativa, utilize a capacidade de limitar o alcance da sua segmentação. Para varejistas físicos, considere diminuir o tamanho do seu raio para melhorar os anúncios de reconhecimento local.

 

5. Reivindique sua posição no Google

Listar sua empresa em diretórios online pode ser uma ótima maneira de associar sua marca a um endereço e local geográficos específicos.

A listagem mais importante que você deseja reivindicar é a do Google Meu Negócio, mas o Facebook, Páginas Amarelas, Yahoo Local e Bing Places também são grandes. Dependendo do seu setor, pode até haver serviços específicos que você pode listar.

"A mais recente iniciativa do Google busca colocar 63% das empresas locais no mapa."

Agora, usando a ferramenta mais recente do Google Hangouts, as marcas podem transformar sua presença no Google, juntamente com alguma ajuda de seus telefones celulares, em dispositivos de bate-papo ao vivo para se conectar com compradores e potenciais clientes em tempo real, seja por ligação ou mensagem.

Considerando que as listagens já permitem que usuários de celular liguem, acessem o site de uma marca ou visualizem classificações e críticas de negócios diretamente em suas telas, esse recurso mais recente complementa a experiência do Google Meu Negócio para consumidores em trânsito.

 

6. Obtenha depoimentos

A maioria dos clientes verifica as opiniões antes de comprar um novo produto ou experimentar um novo serviço; portanto, ter ótimos depoimentos do seu lado - especialmente pessoas da mesma área ou bairro que as leem - pode adicionar autenticidade e confiança à sua marca.

Se o depoimento incluir a cidade ou outro termo local na opinião, isso também poderá ajudar na classificação da pesquisa. Crie uma estratégia de acompanhamento para começar a criar suas análises e depoimentos on-line e incentive-as em todas as plataformas - Google, Facebook e muito mais.

 

7. Localize seus anúncios pagos (se você os tiver)

Se você estiver investindo em recursos para publicidade on-line paga, siga as etapas para localizar seu criativo. Adicione as palavras-chave locais e o nome da cidade nos títulos e na copy e utilize extensões de local sempre que possível.

No Google AdWords, você pode até criar um link para sua página comercial do Google ou incluir seu número de telefone local para aumentar a influência local.

Você também pode otimizar a publicidade para celular com as pesquisas "Próximo a mim” e os anúncios de inventário local do Google, projetados para facilitar para os compradores on-line localizar e identificar o inventário disponível nas lojas locais de uma empresa.

 

8. Saia na comunidade

Tente patrocinar um time esportivo local ou apoiar um evento da comunidade. Você pode alugar um estande em uma feira de saúde, doar um item para o sorteio do ensino médio ou simplesmente colocar seu nome no pano de fundo de uma convenção ou evento anual.

O principal objetivo é fazer com que sua marca seja vista pelos agentes de mudança na sua área - principalmente aqueles que possam estar interessados ​​em seus produtos.

 

9. Crie parceria

Considere fazer parceria com outras empresas em sua área que possam compartilhar clientes semelhantes.

Você tem uma boutique de roupas? Lance um evento pop-up com uma joalheria local.

Tem um restaurante ou café? Leve um cervejeiro local para fazer um evento de degustação.

Os eventos de co-marketing podem atrair a atenção de seus negócios sem gastar muito tempo ou dinheiro.

 

10. Aprimore seu e-commerce

O marketing local pode ser uma ótima maneira de aumentar as vendas e atrair novos clientes para o seu estabelecimento, mas você não precisa desconsiderar ter vendas diretamente online. Considere adicionar serviços localizados à sua loja de comércio eletrônico para obter o melhor dos dois mundos.

Para restaurantes, inscrever-se em serviços de entrega locais como UberEATS ou IFOOD pode ser uma ótima opção, ou para empresas não-alimentícias, você pode oferecer a retirada na loja ou devoluções gratuitas na loja.

Outra ótima maneira de transformar vendas de comércio eletrônico em tráfego de pedestres é incluir um cupom de desconto para comprar na loja física a cada venda on-line.

 

11. Use mídia local

Não se esqueça de aproveitar a mídia local para obter seus links locais. Procure as estações de rádio e TV locais, jornais, revistas e participe de seus fóruns de discussão e blogs.

 

12. Link building (mas com cautela)

Antes da atualização do Google Penguin, deixar links para o seu site dentro de comentários nos blogs apropriados era considerado uma estratégia útil. Mas agora esses links não são tão poderosos quanto costumavam ser.

De acordo com Matt Cutts (ex-chefe da equipe de spam na web do Google), os links dos comentários ajudaram a criar autoridade para os sites. Uma possível solução para isso é usar seu próprio nome ao colocar comentários em blogs. Segundo Cutts, o Google não é completamente contra os links, desde que sejam úteis.

Aqui estão algumas informações adicionais de uma entrevista com Cutts:

“Deixo comentários topicamente relevantes em sites relevantes o tempo todo. Então, alguém publica uma teoria da conspiração de SEO e eu fico tipo 'Não, isso não está certo', eu apareço e deixo um comentário que diz: 'Aqui está o ponteiro que mostra que isso não está correto' ou ' Aqui está a palavra oficial ', ou algo assim. E vou deixar um comentário com meu nome e, muitas vezes, até apontar para o meu blog, em vez do blog para webmasters do Google, porque estou apenas me representando. Muitas pessoas fazem isso o tempo todo e está tudo bem.”

 

Lembre-se de que, embora as estratégias de marketing local beneficiem principalmente as empresas cujas bases de clientes são locais, todas as empresas podem obter vantagens, pois ter um link de sites e blogs respeitados localmente beneficia qualquer empresa, local, nacional ou internacional.